1984 Assassinato por escrito Crime Detetives Murder, She Wrote Séries

Saga Fletcher – Capítulo 6: Amantes e outros assassinos

Este episódio foi estranho e confuso, mas não exatamente ruim. Nem tudo pode ser ouro, então vamos conferir minhas opiniões em “Lovers and Other Killers”.

O plot

O episódio começa com uma senhora chegando em casa para encontrar seus objetos revirados, e enquanto verifica as coisas, acaba sendo estrangulada.

Em seguida vemos um velho amigo esperando Jessica, este amigo é reitor de uma faculdade e convidou a autora para dar uma palestra sobre a escrita de mistérios em uma das classes.

Devido a correria, a necessidade de organizar seus novos trabalhos, palestras e compromissos em geral, Jessica precisa de um assistente, colocando notas da oportunidade na faculdade, ela acaba recebendo a visita de um jovem chamado David.

Inicialmente não se sentindo bem com a ideia de contratar um jovem estudante como secretário, mas depois de uma incrível demonstração de habilidade o jovem é contratado, e no dia seguinte tendo sua primeira palestra na universidade.

Naquela noite, após tudo correr bem na palestra, e um auto-convite de seu novo secretário, Jessica sai com David para comemorar, entretanto David é procurado por um detetive, sobre a investigação de um crime.

Aparentemente David é o principal suspeito do crime envolvendo a senhora morta, pelo possível envolvimento com a mesma, mas Jessica acredita que ele pode não ser a pessoa mais honesta, mas que ele não é um assassino…

Desenvolvimento

Todo o plot inicialmente é muito bem desenvolvido, com as intrigas, detalhes e contradições esperados deste tipo de obra, porém pela metade do episódio as coisas mudam, e eu acredito que a partir do ponto de mudança, algumas coisas mudaram demais e fizeram o plot principal se perder um pouco, jogando boa parte da base de um mistério para a entrada de outro.

Conclusão

Pessoalmente eu sempre acho um pouco decepcionante quando jogam um mistério que esta sendo tão bem montado fora, para trocar de mistério. A impressão que eu tenho nesses casos é que eles queriam fazer maiores reviravoltas e descobertas, mas acabam enfraquecendo a história e fazendo parecer com que os escritores não sabiam muito bem o que fazer.

Os personagens inicialmente parecem bem trabalhados, mas depois das reviravoltas você se vê obrigado a colocar tudo em questionamento, quando é bem feito e detalhado, isso pode ser um ótimo traço em um mistério, mas eu senti que faltou todo o charme do novo ponto.

Não me entendam errado, as “duas metades” do mistério tem seus pontos legais, seus detalhes e seus motivos bem pensados, mas no fim simplesmente parece que juntaram o que deveria ser duas histórias e “socaram” em uma.

No final ainda é um episódio bom de se assistir, e pessoalmente eu ainda achei melhor do que alguns outros (em específico o de Hollywood), mas no final parece ser o menos bem trabalhado.

Até a próxima!

Deixe um comentário

Back To Top
%d blogueiros gostam disto: